“O Paraiso é uma questão pessoal”

Segundo Richard Bach a realidade do homem é o que ele acredita.
Nada mais simples, nada mais complexo.
O referido autor inicia o seu livro O Paraíso é uma questão pessoal com a seguinte fala: – É melhor você ter cuidado com o que pede nas suas orações – disse, certa vez, alguém – porque você acabará conseguindo.
Entre as vicissitudes da vida, o cotidiano e o emaranhado de pensamentos e sentimentos sob controle ou descontrolados há uma nebulosidade que impede a visão clara e lógica de que tudo poderia ser apenas uma questão de paradigmas.
Em qual dos mundos existimos?
No real ou no virtual?
Se acreditarmos no “agora” naturalmente viveremos a realidade, então estaremos no mundo como ele se apresenta no momento e teremos condições de adequar os nossos sonhos, anseios e crenças à situação atual e poderemos fazer os ajustes necessários às questões que se fizerem primordiais para o domínio do nosso viver. Sendo assim, “a realidade do homem será o que ele acredita”.
E o mundo virtual?
Desde o momento em que acordamos somos assaltados por todo o tipo de pensamentos, fantasmas do passado ou do futuro que mexem com nossas estruturas emocionais, quase sempre gerando desequilíbrio. Deixamos de viver o mundo real, e ficamos impedidos de ter o domínio sobre a nossa vida.
E o foco?
O negativo tem uma força extraordinária e quase sempre focamos no que não queremos ou tememos, enquanto o que realmente desejamos fica em segundo plano.
Quanto mais pensamos numa situação negativa mais força ela ganha, o inverso também é verdadeiro.
Precisamos então ficar atentos, pegar o nosso leme e conduzir o nosso barco acreditando que quase sempre podemos criar a nossa realidade.

Pensar no que queremos!
Focar no que queremos!
Agir de acordo com o que queremos!

Até breve!

Não há artigos relacionados

Esta entrada foi publicada em Reflexões e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>