Dificuldade de aprendizagem: a angústia dos pais

A intenção é auxiliar filhos e famílias  em suas dificuldades escolares, tendo como referencial a minha experiência de muitos anos de sala de aula, passando por outros ambientes escolares e tralhando com todos os níveis de escolaridade, desde  a Educação Infantil até o  Universitário, em instituições públicas e particulares de ensino.

Em 14 anos de Coordenação Pedagógica no Ensino Fundamental II, em escola particular, pude sentir e compartilhar a angústia de muitas famílias. Graças ao aprendizado real adquirido junto àquelas famílias que depositaram em mim a sua confiança e às quais agradeço, porque hoje posso passar adiante dias vividos e experiências sentidas, e,  para ser solidária às muitas outras famílias que passam pela mesma situação é que proponho uma reflexão sobre  o tema.

1. A primeira questão é tentar situar o problema real

- Percebi que quase sempre a aflição da família, principalmente das mães, acaba gerando situações confusas, dificultando  a localização  do cerne do problema. A busca em todas as direções  leva a caminhos desnecessários  e a falta de resultados satisfatórios geram uma angústia dolorosa que acaba afetando toda a família. Quantas  vezes sofri por solidariedade a essa dor que eu vi e senti que doía mesmo. Não podemos tratar o assunto de maneira leviana como se esse fosse um problema menor, tipo tempestade em copo d’água. Quem está no meio dessa “tempestade” busca desesperadamente uma solução e acaba se perdendo nessa busca.

A criança então,  coitada, acaba ficando mais desorientada ainda.

É necessário ter clareza para atingir o foco.

Mas o que fazer?

Raciocinar com clareza para poder orientar na direção certa. O problema normalmente é bem menor do que aparenta ser.

Nos próximos  dias analisaremos  as situações problemas que geralmente levam ao fracasso escolar ou à dificuldade de aprendizagem.

Não pretendo fazer aqui uma cartilha ou um manual a ser seguido, posto que tudo será colocado de maneira generalizada dentro de um  padrão.  Considerando que cada pessoa trás em si a marca da individualidade e que  as peculiaridades se manifestam dentro  do geral, diria que a intenção é abrir um espaço de reflexão que permita ajudar nessa busca de soluções com maior clareza e com objetividade.

Até a próxima!

Maria Viola Bona

Digite seu email e receba meus artigos!

Não há artigos relacionados

Esta entrada foi publicada em Dificuldade de aprendizagem e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Dificuldade de aprendizagem: a angústia dos pais

  1. Luis disse:

    Excelente a abordagem e o quanto esse assunto poderá auxiliar pessoas. Vá em frente Maria.

  2. André disse:

    Muito bom esse texto. Espero os próximos ansiosamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>